15 de abril de 2015

Falta de: Afirmação?!

Minha cabeça é um emaranhado de coisas, que vem de todos os lugares, e si chocam umas com às outras, fazendo com qui eu me perca cada dia mais, em mim.
(Marina)



A primeira vez que eu escutei essa música foi num blog, não me lembro qual foi, mas me lembro que quando escutei essa música, me vi nela completamente. E isso não é nada bom.

Essa música fala basicamente, "de você ser como os outros querem que você seja" e assim "acaba se esquecendo de quem você é" E tanto querer agradar aqui, querer agradar ali, que você acaba se esquecendo de agradar a si mesmo. Falta: Afirmação!

Exitem muitos Dorivais por aí. Na época da escola por exemplo: eu era assim! (ainda sou um  pouco), mas na escola isso era mais aflorado. Tudo o que me pediam eu fazia. Na maioria das vezes sempre falava SIM! sempre aguentava os outros passando por cima de mim, e sempre de boca fechada. Acho, que eu era mais assim, por querer aprovação de todos (essa fase da adolescência fodi com a gente). Por querer ter um grupo, ser respeitado, ser aceito. E acabei deixando o qui eu era, e o qui eu gostava de lado, pra trás. Pra ser aceita, pelo o qui eu não sou. E o pior de tudo é que eu fazia isso, pelas pessoas que nem eram meus amigos de verdade. Eram mais 'colegas' de escola, do que amigos de verdade. Por que com os meus amigos de verdade, eu sou euzinha. Não entendo o " POR QUE" de eu ser assim? Por que tenho duas faces? Por que não sou eu mesma sempre? Em todos os momentos? Com todos? Por que?


 Sei que isso é confuso. É confuso pra mim, imagine pra vocês que estão lendo. Mas, eu queria escrever sobre isso. Precisava escrever sobre isso. Desabafar. Colocar pra fora. Sei que todos esses POR QUES? E esse emaranhado de coisas dentro de mim. Dentro da minha cabeça, ainda vão me atormentar por um bom tempo. E sei também, que com o tempo esses POR QUES? vão desaparecendo, devagar, sem pressa, e assim vão surgindo às respostas.


Os japoneses dizem que você tem três faces:
A primeira face você mostra pro mundo.
A segunda face você mostra para os seus amigos
mais próximos e familiares.
A terceira face, você nunca mostra pra ninguém.
É o reflexo mais verdadeiro de quem você é.
(Unknown)


Depois que vi esse texto no tumblr (tumblr é um ótimo lugar pra si descobrir), fiquei pensando, pensando e vi que talvez seja isso mesmo. Que cada um de nós tem 3 faces. Que a primeira queremos que todo mundo veja (as coisas boas). Que a segundo só quem é mais próximos de nós devem ver (as boas e as ruins também). E a terceira deve ficar pra nós mesmo (tudo). E que essa, deve ser quem somos de verdade. Talvez isso seja bom. Não mostrar quem realmente somos pra todo mundo. Deixar isso dentro de você, com você.

Acho que o qui falta em mim é AFIRMAÇÃO. Essa palavra que tem um som imenso, forte, e que às vezes me apavora. Acho (não. tenho CERTEZA) que preciso ACREDITAR mais em mim. Ter auto-estima (essa palavra que todo mundo fala, mas que ainda não existe no meu vocabulário). Ter Afirmação, ser quem eu quero ser e o resto que si f********.

Sei que tenho muitos medos, e inseguranças. E sei que a maioria desses meus medos, sou eu mesma que crio. Essa minha mente neurótica. Mas, tudo se resolve. O tempo passa, a gente vai evoluindo. E esses medos e traumas de uma adolescente vai passar. E sei quando eu olhar pra trás vou dar risada de isso. 

Não quero mais ser, o qui querem que eu seja. Quero apenas ser, o qui sou. Ser um ser humano melhor a cada dia. Quero ser a pessoa, que quando eu era criança queria ser. Quero que àquela criança tenho orgulho da pessoa que sou. Um dia ela vai ter.



Sigo procurando quem eu sou, sou o que quero ser
sou ser humano, permita-se ser.
Nas voltas do mundo de um tempo que não passou
Não tento ser o qui querem, simplesmente sou o qui sou.
(Oriente)

~~~~♥~~~~

Até a próxima

2 comentários:

  1. acho que todo mundo já foi um pouco assim, primeiro a gente experimenta de tudo, tenta "ser" tudo, "fazer" tudo, pra depois decidir o que a gente quer de verdade. por um lado acho bom, se não a gente acaba ficando muito bitolado focado só nas coisas que a gente gosta. se a gente não testar 10 caras um dia, como a gente sabe que a cara da gente é a certa? tem tantas caras por aí :)
    com o tempo a gente vai ficando mais autêntico e deixando de fazer bobagens que não queremos por pessoas que não importam. acho que o próprio fato de tu ter percebido isso já te coloca um passo a frente, agora tu pode observar quando está sendo assim e lutar contra... ou continuar assim também, pq não? a escolha é tua, de mais ninguém :)
    já leu garota exemplar? tem um trecho que achei q se encaixava com teu texto:
    "É uma época muito difícil para ser uma pessoa, apenas uma pessoa real, de verdade,
    em vez de uma coleção de traços de personalidade escolhidos
    de uma interminável máquina automática de personagens."
    obs.: amei a música :)

    ResponderExcluir
  2. Concordo em tudo que você disse Cacá. Por um lado eu acho bom ser assim, sabe? Poder ser quem você quiser, ter várias personalidades, ser uma pessoas com mil facetas. Mas, às vezes isso me deixa confusa. De tantas personalidades que tenho, acabo não descobrindo que eu sou, entende?
    Acho ótimo isso, poder várias coisas, e assim se descobrir. Acho que não devo ficar me cobrando tanto por isso. É justamente nessa idade que estou, que devo me permitir fazer isso. Como você disse isso é uma escolha minha. Só depende de mim escolher ser a pessoa que quero ser.
    Ainda não li este livro "A Garota Exemplar" mas já ouvi falar do livro, mas pricpalmene do filme. Gostei muito da frase :"É uma época muito difícil para ser uma pessoa, apenas uma pessoa real, de verdade, em vez de uma coleção de traços de personalidade escolhidos
    de uma interminável máquina automática de personagens."
    Acho que si encaixa perfeitamente, no qui estou sentindo.
    Muito Obrigada pela visita Cacá, mas principalmente pelo comentário. Me ajudou muito a ter outro ponto de vista. Grata.
    Bjss *----*

    ResponderExcluir