1 de maio de 2015

Como eu me vejo (desenho)


Essa sou eu. Mas ou menos. O desenho não ficou do jeito que eu queria. Mas como eu não sei desenhar muito bem, pras minhas limitações até que eu gostei (muiiito).

Eu tenho o cabelo cacheado. Rosto oval. Ombros largos. Seios relativamente grandes, barriga saliente. Braços grossos em cima, finos embaixo (kkkk). Mão grande, dedos finos e compridos. Quadril largo. Cochas médio pra grande, pernas finas. E pés normais. Não sou alta (1,60). Tenho várias pintas, e marcas pelo corpo, que talvez nunca sumam. Mas, isso não faz de mim uma pessoa diferente.
Sou uma pessoa como qualquer outra. Com imperfeições e perfeições. Não sei se conseguir passar tudo isso pro desenho, mas esse trabalho de você se auto retratar me fez ver coisas que nunca tinha visto antes. Por vergonha de olhar no espelho, de olhar pra mim. Não é fácil si aceitar, do jeito que si é. Mas, a partir desse desenho, me fez começar a olhar mais pra mim e menos pros outros. Parar de dizer que sou feia, e aquela/aquele são bonitos. Tentar parar de me auto-sabotar, e parar de ficar procurando imperfeições pelo meu corpo, e começar a olhar o qui eu tenho de bom. Porque afinal ninguém é perfeito, ou melhor que ninguém. Acredito que somos todos, uma mistura de nossas imperfeições, e de coisas boas que existe dentro de nós. É isso que  torna cada um do seu jeito, especial e único.
Adorei fazer esse post. Sejamos todos felizes do jeito que somos.

~~~~♥~~~~

Esse post faz parte dos memes do mês de abril do rataroots.

~~~~♥~~~~

Gostaram do post? Do Desenho? me contem.
Até a próxima.


2 comentários:

  1. Me arrepiei toda com seu post.
    Muito bonitas suas palavras.

    E você está certíssimas. Acho que não temos só que nos ACEITAR como somos, mas que nos AMAR desse jeito. Aceitar é se conformar e precisamos, de fato, gostar de como somos, das nossas diferenças. Afinal, que saco seria se todo mundo fosse igual a todo mundo. A beleza está em detalhes únicos que só existem na gente. A beleza exterior importa, sim. O que não importa é o que os outros chamam de beleza, os esteriótipos que criam. Somos lindas do jeito que somos!

    Engraçado.. O jeito que você se descreveu parece muito comigo, rs. Só não a parte das coxas (as minhas são finas) e acho que meu cabelo é um pouco menos enrolado e indeciso, mas o resto...

    Adorei o post. Mesmo, mesmo.
    E queria agradecer pela visitinha lá no blog *-*

    Beijos pra você, pro Dog e pro Tatu.
    www.drawnwings.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Uallll, MUIIIITO OBRIGADA LORY. Não sabe como isso me deixa feliz. Nossa, que comentário dimais. Sinceramente não sei o qui dizer, não tenho palavras pra descrever, di verdade mesmo!
    Muito obrigada Lory, esse seu comentário, mim fez super bem.
    Muito Obrigada.
    E pode deixar que vou mandar o beijo poro Tatu e pro Dog.
    Bjss minha Flor *-----*

    ResponderExcluir